FlowRipa - o festival de mountain bike enduro na ilha da magina - 2pedais

Ads Top

FlowRipa - o festival de mountain bike enduro na ilha da magina



Confira o que rolou no evento festivo organizado pelo próprios pilotos que exploraram as melhores trilhas de Florianópolis (SC)




Pedalar com os amigos em trilhas épicas, terminar o dia com um churrasco, chopp e curtindo aquela "vibe", tudo isso foi o que moveu o FlowRipa Enduro Fest S.A.

Com cerca de 80 participantes de três estados, o evento foi realizado na capital catarinense no final do mês de abril. As trilhas escolhidas para o evento, tais como: Berne, DH da Florestinha e Colinas são mantidas pelo grupo local CicloTrilhas, que faz a conservação dos locais.


O conceito festivo envolveu um dia de rôle livre pelas trilhas, onde se teve a oportunidade de conhecer as linhas e aproveitar todo visual que Floripa tem para oferecer. Além do sol a pino, os bikers encontram uma condição de terreno super seca, o que garantiu o máximo de velocidade e diversão durante todo o dia. Durante a noite provavelmente o momento mais aguardado de todo o evento, o churrasco. Regado a chopp artesanal local e muitas histórias, foi a hora de confraternizar e trocar experiências, que para muitos é do que se trata o MTB.


FlowRipa
© FLOWRIPA

Para Theo Duarte, organizador do BES (Brasil Enduro Series): “Foi muito legal participar do Flowripa Enduro Fest. A idéia era fazer parte do evento, como biker e também como apoiador/incentivador através do BES. O formato é democrático e ajuda demais a trazer mais pessoas para o enduro. É uma espécie de “cursinho” para participar de uma prova. O ambiente descompromissado e amigável ajudou e é convidativo. Como biker, fiquei muito feliz em conhecer um pico novo, fazer novas amizades e, principalmente, andar de bike.”



FlowRipa
© FLOWRIPA
O dia seguinte amanheceu com sol forte, que prometia castigar os mais empolgados na última noite. Missão do dia seria cronometrar as 3 trilhas reconhecidas no sábado, utilizando o aplicativo Strava. Com deslocamentos desafiadores e horários de largadas sugeridos, foi a oportunidade perfeita para aqueles que nunca se aventuraram em uma prova de Enduro testarem suas habilidades. Os singles tracks de alta velocidade do Berne, as sessões de raízes do DH da Florestinha e flow irado do Colinas forjaram mais um dia épico nas trilhas da ilha.



FlowRipa
© FLOWRIPA
O evento ainda contou com a confraternização final. Após a chegada dos bikers no QG, foi servido um almoço com chopp gelado. Enquanto se fechavam os tempos finais, as histórias sobre o rolê de cada um eram o ponto central de todas as conversas. Lucy Onodera (SP) e Anderson Robl (SC) concluíram o dia como os mais rápidos.



FlowRipa
© FLOWRIPA
Anderson Robl comenta “Vejo que o formato Fest entra em uma linha de mais amigos e menos rivalidade. Possibilita uma melhor troca de experiências possibilitando que pilotos iniciantes e/ou menos experientes estejam mais próximos dos pilotos com maior bagagem na modalidade. Isso fomenta o aprendizado e evolução do esporte bem como o aumento do número de praticantes. Observei que vários dos participantes do Flowripa Enduro Fest estavam com bicicletas bastante simples e provavelmente não participariam de um evento oficial com o mesmo equipamento. Acredito que a palavra do formato é a inserção. “



FlowRipa
© FLOWRIPA
E assim se despediu o Flowripa Enduro Fest 2018, sem number plate, sem podium oficial, mas deixando um grande apoio a cena local de manutenção de trilhas e principalmente, fomentando a base da modalidade através de um formato inclusivo. O Enduro Fest S.A. agradece a todos os bikers que estiveram presente, a todos os staffs que ajudaram, aos eventos parceiros @Brasil Enduro Series, @Utopia Bike Art e finalmente ao nosso grande apoiador @Bike Village.



FlowRipa
© FLOWRIPA



Fonte: RedBull



Nenhum comentário:

Postagens recentes

4/recentposts
2 pedais. Tecnologia do Blogger.