Ads Top

ENDURO ANDES PACÍFICO DIA 1

JÉRÔME CLEMENTZ LIDERA A COMPETIÇÃO




VEJA TAMBÉM UMA GALERIA DE FOTOS INCRÍVEIS!
Fotos: Gary Perkin, Sven Martin Dave Trumpore e Claudio Olguin.

O francês Jérôme Clementz está liderando o Enduro Andes Pacífico com o tempo de 45:29 minutos. Com apenas um minuto de diferença, o chileno Nico Prudencio, ocupa o segundo lugar.

No primeiro dia de competição o comentário de todos era que ninguém dormiu! Pois é, a ansiedade era tanta que os pilotos não pregaram os olhos. Os competidores subiram de teleférico às 7h30 até atingir os 2.800 metros de altitude, na estação de esqui de La Parva, todos foram para uma área chamada de Piuquenes e então seguiram para o Valle Amarillo.

A Primeira Especial começou com uma seção rápida e logo entrou em um singletrack de cascalho muito solto. Na seqüência veio uma área rochosa, com pequenos drops, que fizeram alguns pilotos caírem, antes mesmo deles perceberem o que estava acontecendo. Em seguida, o estágio terminou com mais de 30 curvas em ziguezague, que serviu para dar uma detonada nos freios. Este primeiro estágio serviu para dar uma ideia aos pilotos do que estava para vir no resto do dia: terreno muito solto, com muita poeira e descidas longas, muito longas.

A Segunda Especial iniciou com uma trilha aberta e fluida, bem agradável, que permitiu aos pilotos a ir muito rápido. Chris Ball, diretor do Enduro World Series, disse que gostou muito dessa etapa, ele contou que a fluidez da trilha e a vista aberta, permitiram uma belíssima visão da imensidão da Cordilheira dos Andes.

A Terceira Especial é uma descida clássica para os pilotos de enduro e downhill do Chile. As famosas Curvas 16 e 14, que pela segunda vez na história, foram usadas em uma competição. Estas duas trilhas fizeram este estágio durar quase 7 minutos, além de uma subida muito cansativa, após a Curva 14. O percurso tinha muitas pedras e valas, como sempre tiveram, mas estavam maiores do que de outras vezes. No final desta especial os riders se alimentaram de frutas, sanduíches e energéticos. Eles contaram também com uma oficina mecânica da Santa Cruz Bycicles.

Então veio uma transição longa e uma subida de 1.200 metros de altitude, que detonou com os competidores. A Quarta Especial, Ninho de Condores/Santuário, sugou toda a energia restante dos pilotos, pois foi a mais complexa e de maior duração, com 16 minutos.

O dia terminou em uma área de piquenique do Santuário da Natureza, onde o rio foi usado para aliviar os músculos e limpar as bikes de toda a sujeira acumulada.

Continue acompanhando aqui na página All Mountain Bike, as principais informações sobre o Enduro Andes Pacífico.




Fonte: https://www.facebook.com/allmountainbikemtb

Nenhum comentário:

Postagens recentes

4/recentposts
2 pedais. Tecnologia do Blogger.